Título da matéria "Riesling no Mundo" publicada em Julho de 2018 na revista Go'Where Gastronimia por Walter Tommasi.

"A Riesling é originária da Alemanha, especificamente das margens do Rio Reno, mas se deu muito bem também em terras francesas, especificamente na Alsácia, assim como na Áustria. Mais recentemente, tivemos gratas surpresas com exemplares da Nova Zelândia, Austrália e Chile, que entraram no páreo para valer. Vale a pena esclarecer que estamos falando da Riesling Renana, e não da Riesling Itálica, duas castas completamente diferentes. As principais características dos vinhos elaborados com esta variedade são os aromas florais, cítricos e minerais, marcados por petrolato e querosene, mas que dependendo do tempo de guarda abrem seu leque olfativo para damasco, mel, frutas cristalizadas e especiarias. São vinhos extremamente ácidos, especialmente na Alsácia, onde alguns são chamados de Bone Dry, normalmente muito vívidos, com corpo médio e o final de boca variando bastante dependendo de sua origem e tempo de guarda, por se tratarem de vinhos longevos. Os exemplares alemães normalmente apresentam mais presença de açúcar residual, enquanto os franceses são mais secos e ácidos. Seus vinhos são também extremamente gastronômicos, os secos combinam muito com queijos, especialmente fondue, os ligeiramente adocicados com peixes, e carne de porco, e os doces com alimentos mais gordurosos, como Foie Gras e Blue Cheese. Para esta degustação recebemos 34 exemplares (23 alemães, 5 franceses, 3 norte-americanos, um neozelandês, um argentino e um chileno), uma comprovação de que os vinhos feitos com esta variedade são cada vez mais demandados pelo público consumidor. Os preços dos vinhos flutuaram entre R$ 85 e R$ 475, e por conta disso dividimos a degustação em três grupos, sendo o primeiro de R$ 85 a R$ 149, o segundo de R$ 150 a R$ 199, e o terceiro acima de R$ 200. O grupo de degustadores foi composto por: Beto Acherboin (Vinho & Cia); Gilberto Medeiros, José Luiz Pagliari e Paulo Sampaio (todos da SBAV -SP); Ibrahim Zouein (consumidor especializado) e Walter Tommasi (Go’Where Gastronomia)."