Procurar
0Item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Product was successfully added to your shopping cart.

Cantine Madonna delle Grazie

Cantine Madonna delle Grazie

A família de Paolo Latorraca produz uvas desde 1900 na Basilicata, centro-sul da Itália, no miolo da sola da bota, nas encostas do vulcão extinto “Vulture”, que dá nome a maior DOC da região, a “Aglianico del Vulture”. Ali, numa cidadezinha chamada Venosia (em homenagem a deusa Venus!), a 10 KM da principal cratera do Vulture, seu avô começou a cultivar a Aglianico em solo vulcânico, a 350/600 mts de altitude. Seu pai, Giuseppe, hoje com 80 anos deu continuidade a esse trabalho, e ainda hoje maneja os 9 hectares de 40 vinhedos diferentes, de maneira totalmente manual e todos os dias! Paolo e seu irmão Gianfranco dão continuidade ao trabalho do pai. Os vinhedos são orgânico certificado, mas isso é só papel. Paolo é apaixonado ao reforçar o respeito com o qual a família se relaciona (sim, é um relacionamento de muitos anos, ele diz) com a biodiversidade local. O solo varia muito de acordo com o caminho que a lava percorreu. Em sua maioria é uma mistura de lava compactada com fundo do que um dia foi um grande lago. Eles cultivam apenas a Aglianico, uma uva tinta quase negra, muito tânica e que resulta em vinhos elegantes, longevos e com boa acidez. Na Itália a variedade ganhou a fama de “Barolo do Sul”, termo que ele discorda em número e grau. Tendo se formado em Alba, trabalhou muito tempo com a Nebbiolo, e afirma com conhecimento de causa que são muitas as diferenças entre as duas variedades. E que elas se assemelham apenas na qualidade do vinho que produzem: elegantes e longevos. É seu irmão Gianfranco quem criou todos os rótulos da Cantine, que remetem a história e cultura de Venosia, terra do poeta Horácio (65 a.c. á 8 a.c.). É em homenagem a Horácio que o blanc de noir foi nomeado “Leuconoe”. Leuconoe do grego quer dizer “mente lucida”, e é a menina Leuconoe a quem o poeta Horácio se dirige em uma de suas mais conhecidas Odes. “Carpe Diem”, ou “Colha o dia”, ele diz ao sugerir a Leuconoe que beba seu vinho e não se preocupe com o amanhã.

Cantine Madonna delle Grazie

Direção Descendente

   

2 Produto(s)

  1. Messer Oto - Aglianico del Vulture DOC, 2017 - Cantine Madonna delle Grazie

    Este é um 100% Aglianico del Vuture proveniente de vinhas com práticas orgânicas sem certificação local da região de Basilicata no sul da Itália. A família Latorraca tem cultivado as vinhas perto da cidade de Venosa em Basilicata desde por volta da década de 1900. Por muitos anos, eles venderam as uvas para a cooperativa local, onde eram misturadas para fazer vinhos anônimos. Em 2003, Giuseppe decidiu tomar a antiga vinha deles, Aglianico del Vulture, e fazer a sua própria, que recebeu o nome do mosteiro local de Madonna delle Grazie. Eles plantam uma uva, Aglianico, e produzem quatro tintos diferentes, um rosé e um vinho branco. As videiras Aglianico que compõem o Messer Otto vêm das vinhas mais jovens da família (15 anos) no distrito de Fiano di Camera, uma área de Vinosa. Um local de 420 metros acima do nível do mar em solos vulcânicos cheios de calcários (ao contrário das pedras vulcânicas escuras em suas outras vinhas) torna este vinho altamente expressivo com aromas brilhantes. Os vinhos são engarrafados quando prontos, muitas vezes incríveis quatro anos após a colheita. Estas são sempre as primeiras uvas a entrar na colheita - geralmente durante outubro - e recebem um único e suave bombeamento por dia. O vinho é deixado em suas borras após uma fermentação natural e micro-dosado com dióxido de enxofre quando necessário. Messer Otto é um sedutor, talvez o vinho mais versátil do grupo e capaz de apelar para uma ampla gama de apreciadores. Os quatro anos de envelhecimento em aço preservam o vinho bem, revelando impressionantes níveis de acidez brilhante, aspecto terroso e um nariz etéreo. Podemos dizer que este é o Aglianico ideal para o verão.
    R$169,00
  2. Leuconoe - Basilicata Bianco IGT, 2019 - Cantine Madonna delle Grazie

    100% Aglianico vinificado em branco, um blanc de noirs quase transparente. Isso é possível porque o vinho é produzido a partir de clones da Aglianico com a casca mais fina, separadas por seleção massal. Um branco fresco, mineral quase salino, com aromas de limão siciliano. Todos os rótulos da Cantine Madonna delle Grazie remetem a história e cultura de Venosia, terra do poeta Horácio (65 a.c. á 8 a.c.). É em homenagem a Horácio que o blanc de noir foi nomeado “Leuconoe”. Leuconoe do grego quer dizer “mente lucida”, e é a menina Leuconoe a quem o poeta Horácio se dirige em uma de suas mais conhecidas Odes. “Carpe Diem”, ou “Colha o dia”, ele diz ao sugerir a Leuconoe que beba seu vinho e não se preocupe com o amanhã.
    R$159,00
Direção Descendente

   

2 Produto(s)