Procurar
0Item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Product was successfully added to your shopping cart.

Alfredo Maestro

Alfredo Maestro

Militante do movimento natural na Espanha, Alfredo Maestro produz desde os anos 90, quando começou seu trabalho de recuperação de videiras antigas de Tempranillo, Grenache e Albillo. em Peñafiel, Ribeira del Duero, onde cultiva vinhedos biodinâmicos. Seus vinhos são naturais, puros, sem adição de qualquer aditivo enológico, sem filtragem ou clarificação. Alfredo está sempre em busca de parcelas negligenciadas, para recupera-las e cultivar um vinho que conte a história daquela terra. A trajetória desse autodidata se destaca por ir contra a corrente dos cânones. Ele começou em 1998, retornando à sua terra natal, Peñafiel, plantando suas primeiras vinhas e conversando com os antigos viticultores e enólogos da região para aprender com suas experiências. Leu livros de enologia e viticultura e começou a fazer seu próprio vinho, primeiro com uvas compradas e depois com as das suas vinhas e as dos velhos espinheiros que recuperava na zona, segundo os cânones vigentes. Mas não se convenceu com os resultados e aí começou a afastar-se das legislações da região e das técnicas automaticamente aceitas pela grande maioria dos produtores espanhóis. Em entrevista ao Verema.com, Maestro explicou sua jornada nesses 14 anos da seguinte forma: “Muitos, muitos erros, vinhos que se podiam beber razoavelmente, mas nada mais. Todas as elaborações basearam-se numa base de enologia química: SO2, ácidos, enzimas, extratores de cores, fixadores de cores, filtros, estabilizadores, etc.… que é o que se afirma nos livros de enologia modernos. Depois de alguns anos, percebe-se que se o que se deseja é que o vinho conte com fidelidade a história que as uvas trazem nas entranhas, logicamente quanto menos coisas forem acrescentadas ao mosto, mais fiel será a imagem desse vinho à sua origem. Por isso, aos poucos fui eliminando os produtos acessórios e exógenos ao vinho durante a elaboração, envelhecimento e engarrafamento, chegando hoje a fazer vinhos apenas com uvas, vinhas cuidadas e solo são." Também ficou fora da Denominação de Origem, o que lhe deu a flexibilidade necessária para sair para áreas vizinhas, como Valtiendas, ou fazer um tinto de Garnacha, outro de Merlot, um rosé de Garnacha Tintorera e um branco de Albillo. Além disso, Maestro foi a Madrid para criar uma linha de vinhos diferente e acaba de abrir uma adega em Navalcarnero. "Entre a água e a rocha, entre o sol e a neve, entre a noite e o dia, entre as estrelas e o solo, entre a vinha e o homem …… estes são todos os factores que se combinam e em plena harmonia ano após ano dar vida e sentimento a todos os meus vinhos" - Alfredo Maestro

Alfredo Maestro

Direção Ascendente

   

4 Produto(s)

Direção Ascendente

   

4 Produto(s)