Procurar
0Item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Product was successfully added to your shopping cart.

Produtores

Produtores

Direção Descendente

   

Itens 11 para 20 de 67 total

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  1. Bocciolo Nebbiolo, 2019 - Ca'Nova Giada Codecasa

    Nós amamos Nebbiolo mas percebemos que pode precisar de muito tempo para revelar sua verdadeira grandeza. O Bocciolo é um vinho que proporciona o máximo de prazer e satisfação sem a necessidade de esperar por uma década! O Bocciolo tem esse nome por ser um vinho 100% Nebbiolo para se tomar jovem. Bocciolo em italiano quer dizer broto, e remete a uma flor em sua juventude. No entanto sua cor Rubi escura com uma unha alaranjada já nos dá uma dica do que esperar em boca: toda a potência e complexidade da Nebbiolo muito em trabalhada, com frutas escuras e suculentas e taninos macios. O Bocciolo é fermentado por apenas 8 dias, em uma temperatura de no máximo 28ºC, e passa 6 meses em grandes barricas de 50 hectolitros apenas para amaciar os taninos. Isso conserva o frescor e a expressão pura da fruta. Giada recomenda degustá-lo com uma massa ou uma carne não tão temperada. Acompanha muito bem salame e charcutaria. "Fragrâncias de couro e generosos aromas terciários, para um vinho de entrada. Incrivelmente aberto, rico e generoso. Compete igualmente com Barolos e Barbarescos. Complexo, com cogumelos e aromas terrosos no final." 17+/20 jancisrobinson.com
    R$175,00
  2. Vieux Carignan - Côtes du Brian, 2019 - Calmel & Joseph

    Este é um vinho especial, assim como a idade de suas vinhas de 125 anos! 100% Carignan nos traz toda a complexidade de vinhas centenárias, entregando com muita intensidade e potência no ataque de boca, mas proporcionando um final de frescor! Baga azul e preta profundamente intensa e um final longo, salino. Os amantes da safra precedente deste vinho devem fazer seus pedidos rapidamente. O estoque é bastante limitado. Um belo vinho para harmonizar com frango grelhado ou pato.
    R$175,00
  3. Faugères, 2017 - Calmel & Joseph

    Um blend 35% Syrah, 35% Grenache e 30% Carignan, cultivadas na apelação Faugères. Esta safra de 2017 nos oferece um vinho tinto cereja atraente com um nariz intensamente frutado de frutas vermelhas, menta, tabaco e cacau. Na boca o ataque é enfático, excessivamente elegante e equilibrado com, como sempre, a trama característica dos seus taninos com o seu fino equilíbrio entre tensão e força. Cereja, framboesa doce e rosa silvestre se misturam com notas mais escuras de violeta, alcaçuz, almíscar e cedro. Esta safra possui uma personalidade mais assertiva do que nunca, sem dúvida devido à evolução dos métodos de trabalho na vinha e na adega, com uma charmosa rústica e expressão terroir que conserva uma surpreendente e elegante harmonia. 90 PONTOS DA WINE ADVOCATE.
    R$175,00
  4. Corbières, 2019 - Calmel & Joseph

    Este é um blend de 60% Grenache Noir e 40% Syrah e provenientes de vinhas orgânicas, porém sem certificação. Um verdadeiro clássico do sul da França cheio de aromas de carnes grelhadas e cerejas pretas. Segundo Tamlyn Currin, crítica da revista de Jancis Robinson que lhe atribuiu 16,5/20 pontos este vinho é "Fruta vermelha muito pura no nariz. Descomplicado. Fabulosamente fresco, embalado até a borda com bagas vermelhas calorosas. Doçura alegre de Grenache e um pouco de estrutura refinada de tanino de Syrah para compensar. Há uma mudança muito tênue com zimbro no final. Bom valor." Um grande vinho para levar a um churrasco!
    R$164,00
  5. Montecucco Sangiovese DOCG, 2016 - CampiNuovi

    Danielle Rosellini foi o braço direito de Giullo Gambelli, o falecido, lendário mestre de Sangiovese, e é o nome por trás de CampiNuovi na Toscana na Itália. Aqui temos um lindo 100% Sangiovese que valoriza a fruta e sua mais bela expressão com a utilização parcimoniosa de madeira antiga. Um vinho vibrante! Este é um 100% Sangiovese proveniente de vinhas com práticas orgânicas e biodinâmicas com certificação local Demeter da região da Toscana na Itália. 17 PONTOS JANCIS ROBINSON: "Cativante e direto no nariz com notas de cerejas acidas e carne. Enche a boca com cerejas suculentas com taninos que a principio parecem inocentes, mas que rapidamente aportam estrutura no final. (WS)"
    R$252,00
  6. Messer Oto - Aglianico del Vulture DOC, 2017 - Cantine Madonna delle Grazie

    Este é um 100% Aglianico del Vuture proveniente de vinhas com práticas orgânicas sem certificação local da região de Basilicata no sul da Itália. A família Latorraca tem cultivado as vinhas perto da cidade de Venosa em Basilicata desde por volta da década de 1900. Por muitos anos, eles venderam as uvas para a cooperativa local, onde eram misturadas para fazer vinhos anônimos. Em 2003, Giuseppe decidiu tomar a antiga vinha deles, Aglianico del Vulture, e fazer a sua própria, que recebeu o nome do mosteiro local de Madonna delle Grazie. Eles plantam uma uva, Aglianico, e produzem quatro tintos diferentes, um rosé e um vinho branco. As videiras Aglianico que compõem o Messer Otto vêm das vinhas mais jovens da família (15 anos) no distrito de Fiano di Camera, uma área de Vinosa. Um local de 420 metros acima do nível do mar em solos vulcânicos cheios de calcários (ao contrário das pedras vulcânicas escuras em suas outras vinhas) torna este vinho altamente expressivo com aromas brilhantes. Os vinhos são engarrafados quando prontos, muitas vezes incríveis quatro anos após a colheita. Estas são sempre as primeiras uvas a entrar na colheita - geralmente durante outubro - e recebem um único e suave bombeamento por dia. O vinho é deixado em suas borras após uma fermentação natural e micro-dosado com dióxido de enxofre quando necessário. Messer Otto é um sedutor, talvez o vinho mais versátil do grupo e capaz de apelar para uma ampla gama de apreciadores. Os quatro anos de envelhecimento em aço preservam o vinho bem, revelando impressionantes níveis de acidez brilhante, aspecto terroso e um nariz etéreo. Podemos dizer que este é o Aglianico ideal para o verão.
    R$186,00
  7. Roko Il Vagabondo - Montepulciano, 2020 - Delinquente

    Montepulciano é uma variedade italiana que cria uma nova vida para si mesma nos solos antigos e ensolarados de Riverland. Colhida de dois lotes diferentes no vinhedo Bassham Family Organic, com cerca de 9 dias de intervalo, cada lote foi fermentado separadamente e misturado um pouco antes do engarrafamento. Com frutas escuras e silvestres, acidez gritante e taninos macios, é um vinho cheio de vida, amor e muitas histórias para contar. A casca grossa proporciona uma adorável cor púrpura, enquanto o nariz dá uma sensação de poder e intensidade, o paladar abre com um adorável caráter frutado como uma cesta de frutas vermelhas recém colhidas. O final traz aquele tanino e o sabor de volta ao jogo, enquanto a acidez mantém o frescor. Massa, pizza, churrasco, batata frita - seja o que for, é um vinho para todas as estações. Este vinho se chamava "Bullet Dodger" nas safras anteriores.
    R$204,00
  8. Raisins Migrateurs, 2017 - Domaine de Bellivière

    100% Grenache de vinhedos biodinâmicos na região em Le Ventoux. Colheita manual, desengace, fermentação alcoólica em cubas com punching down, vinificação natural com leveduras indígenas e maturação em barricas com borras finas por 12 meses. Ligeira sulfitação antes do engarrafamento. Em 2016, motivados pelas geadas naquele ano, a família Nicolas começou um novo projeto, chamado "Les Arches de Bellivière", em que eles compram uvas de produtores parceiros, e vinificam em sua cave. "Com episódios repetidos de geada, as uvas também migram! Assim nasceu nossa cuvée Raisins Migrateurs, de nossa parceria com um viticultor biodinâmico em Ventoux, ansioso para valorizar suas uvas."
    R$208,00
  9. Coteaux du Loir Rouge-Gorge, 2018 - Domaine de Bellivière

    100% Pineau d’Aunis de agricultura biodinâmica em solo de sílex e calcário Tuffeau. Colheita manual, fermentação espontânea, maturação em barrica de uso recente sob borras finas por 12 meses. Apenas o mínimo de sulfito é adicionado no engarrafamento. "O cuvée Rouge Gorge é uma homenagem a este pequeno pássaro de papo vermelho que aparece na primavera em frente às nossas adegas. Consagra a casta Pineau d'Aunis. Trabalhamos com base em rendimentos mínimos, atingindo um máximo de 25 hl / ha para obter cor suficiente mesmo em anos difíceis".
    R$362,00
  10. Menard Le Rouge, 2019 - Domaine des Sablonnettes

    "Um mil folhas de três variedades de uvas vermelhas de nossa região 'Cab-Gro-Ga.'", nos explica o rótulo. Um blend de Cabernet Franc, Grolleau e Gamay. Este vinho começa com a Gamay que foram colocadas em uma cuba, cobertas com uvas Grolleau cerca de uma semana depois e, finalmente, uma porção pesada de uvas Cabernet Franc mais uma semana depois. Um vinho suculento, de corpo médio e taninos muito sutis. Delicia para beber ligeiramente gelado! Auguste Ménard foi a primeira geração de "vignerons" da família, fazendo vinhos naturais em Rablay-Sur-Layon, no Vale do Loire. Era conhecido como Ménard le Rouge por suas tendências revolucionárias e seu enorme bigode vermelho. Este vinho é uma homenagem de seu neto Jeremy, hoje á frente do Domaine, ao seu legado.
    R$190,00
Direção Descendente

   

Itens 11 para 20 de 67 total

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5